Neurobiologia Para Escrever Melhor: Uma Ideia Genial Para Aplicar No Seu Site

Neurobiologia Para Escrever Melhor: Uma Ideia Genial Para Aplicar No Seu Site

Você já pensou em usar a neurobiologia para escrever melhor?

Você ainda não conhece a neurobiologia?

Então, vem conhecer como esse estudo pode revolucionar o seu negócio e influenciar o seu modo de escrever.

Vamos lá?

O Que É Neurobiologia?

“Neurobiologia é o estudo das células do  sistema nervoso e da organização dessas células dentro de circuitos funcionais que processam a informação e medeiam o comportamento.” – Wikipedia

Segundo estudos o conhecimento sobre neurobiologia cresce de forma grandiosa no meio cientifico abordando temas como atenção, memória e aprendizagem que possuem conexão com a educação.

Ok, mas qual a relação desse tema com blog ou sites?

Como a neurobiologia estuda as emoções do homem e sua capacidade de memorização e aprendizagem, então é possível usá-la para melhorar o seu desempenho na sua escrita.

Logo, pode ser interessante para ser aplicada na construção dos seus conteúdos.

Vamos conhecer os 3 sistemas biológicos que farão você se tornar melhor na arte da escrita.

Neurobiologia Para Escrever Melhor: Os 3 Sistemas Biológicos

De uma forma simplificada vou apresentar os três sistemas biológicos para você absorver essa técnica de forma rápida, fácil e prática.

Os três sistemas são:

  • Sistema sensorial
  • Sistema racional
  • Sistema emocional

Sistema sensorial

Voltando no tempo aprendemos na aula de biologia que os 5 sentidos sensoriais são:

  • Visão;
  • Olfato;
  • Paladar;
  • Audição;
  • Tato.

É de surpreender, mas todos os 5 sentidos estão presentes na escrita, apesar de usarmos a visão como o sentido primário no momento de ler.

Sabe por que todos os sentidos estão presentes na escrita?

Porque, esses sistemas são aguçados quando pensamos sobre: “ver”, “cheirar”, “comer”, “ouvir” e “tocar”.

Observe os exemplos abaixo e perceba a diferença entre os trechos.

Trecho 1:

Ele disse que estava frio lá fora.

Trecho 2:

O frio entrou pela janela que estava aberta. Ela sentiu as mãos gelarem e logo sentiu as amígdalas doerem e tentou não se preocupar quando percebeu que tinha esquecido o agasalho.

Percebe a diferença? O trecho 2 é mais detalhado e mais fácil de se imaginar.

Isso acontece porque ele usa bem alguns dos 5 sentidos.

Não há necessidade de usar todos os 5 sentidos de uma vez no seu texto.

Mas, se a sua intenção é projetar na mente da sua audiência uma experiência no seu artigo, utilize alguns desses sentidos.

Seu texto ficará mais afiado, expressivo e chamativo.

Sistema racional

Os sistemas racionais abrangem o córtex pré-frontal e outras regiões do cérebro que operam com:

  • Linguagem;
  • Símbolos;
  • Abstrações.

Cremos que é o nosso sistema racional que toma nossas decisões e regula os comportamentos, mas não é tão simples assim.

Segundo estudos de economia comportamental ficou comprovado que usamos 2 categorias de sistemas:

  • Sistema rápido e intuitivo.
  • Sistema lento e analítico.

Ao fazer uma operação matemática como “91 × 76 =?” nosso cérebro trabalha no sistema: lento e analítico.

Mas, se você estiver andando no parque e der de cara com um pitbull correndo em sua direção, com certeza, você usará o sistema: rápido e intuitivo.

Mas Como Usar O Sistema Racional Em Seus Artigos?

Utilize:

  • Dados;
  • Estatísticas;
  • Provas;
  • Estudos científicos;
  • Citações.

Observe que um texto abarrotado somente de emoções e histórias pode funcionar melhor para as pessoas intuitivas e emotivas.

Mas não existem pessoas só com essas características.

Devemos também contar com as pessoas analíticas e de pensamento mais lógico que adoram dados, referências, estatísticas, provas e citações para legitimar a origem de um conhecimento.

Logo é recomendável que os 5 elementos sejam utilizados para validar seus argumentos e tornar a sua escrita e você mais confiáveis.

Sistema emocional

Os sistemas emocionais utilizam partes mais antigas do cérebro, incluindo os sistemas límbicos.

Observando a evolução do homem, algumas emoções são bem arraigadas, como o medo, a raiva, a ansiedade, o prazer, entre outras.

Quando você pensa em sua série preferida, com certeza, se lembra de algum episódio, não é mesmo?

E logo essas mesmas emoções vem à tona, certo?

Eu acredito que sim, pois o sistema límbico se encarrega de prender a nossa atenção.

As emoções possuem raízes profundas em nossa mente.

Logo, devemos aprender com essa ideia genial a trabalhar as emoções em nossos textos assim como fazem as séries de sucesso.

Espero que você tenha gostado dessa ideia genial que é a de usar a neurobiologia para aproximar a sua audiência do seu negócio através da sua escrita no seu site ou blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *